Arquivo de etiquetas: vida

perto da feira, a biblioteca.

image

ao lado da feira de espinho, envolvo a manhã de segunda feira no silêncio da biblioteca municipal onde descansam as pessoas da minha idade e os livros – os que aqui arranjaram cama para serem acordados amorosamente por um estranho… silêncio.

na sala onde me encontro, não encontrei livros de matemática.
pergunto-me o que de novo quero dizer com isto? que a matemática é tímida e se resguarda?

e o que faço aqui se a vida acontece muito mais vibrante lá fora?